Doutoramento em Linguística

Contactos

Secretaria

E-mail: secretaria.ffcs@ucp.pt

Tel: (+351) 253 20 61 00 

Descrição do Programa


O Curso de 3.º Ciclo em Linguística tem por objetivos principais a realização de trabalhos de investigação de nível avançado em Linguística Geral e Portuguesa, na perspetiva da Linguística Cognitiva e Funcional, e a elaboração de uma tese de doutoramento.

A parte curricular oferece formação para a reflexão e análise da linguagem, em geral, e da língua portuguesa, em particular, como parte integrante da cognição e meio de interação social.

O 3.º Ciclo em Linguística é o único programa doutoral em Linguística Cognitiva e Funcional em Portugal e para a língua portuguesa. O Centro de Estudos Filosóficos e Humanísticos da Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais é um dos principais centros nacionais de investigação e formação em Linguística Cognitiva: para além deste programa doutoral, a si se deve a criação do primeiro Mestrado em Linguística Cognitiva (1998), a realização de cinco congressos internacionais de Linguística Cognitiva (2000, 2003, 2009, 2010, 2012) e o desenvolvimento de vários projetos de investigação financiados pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia e pela Fundação Calouste Gulbenkian sobre Linguística Cognitiva do Português. Integram o corpo docente deste programa doutoral docentes da Universidade Católica de Lovaina (Leuven) e da Universidade de Vigo.

Objetivos

  • Proporcionar formação especializada e investigação em Linguística Geral e Portuguesa, na perspetiva da Linguística Cognitiva e Funcional;
     
  • Explorar as relações entre linguagem, cognição e sociedade, com ênfase no português;
     
  • Estudar a linguagem como parte da cognição, em conexão com outras capacidades cognitivas (perceção, atenção, categorização, memória) e como manifestação da experiência individual, cultural, social e histórica;
     
  • Analisar a linguagem no seu uso e utilizar métodos empíricos avançados;
     
  • Argumentar a favor de uma análise maximamente contextualizada dos fenómenos linguísticos;
     
  • Reconhecer o papel central da semântica e explorar a natureza perspetivista, dinâmica e enciclopédica do significado;
     
  • Investigar quer a estrutura e o uso do português quer a sua variação, mudança e aquisição, incluindo a comparação com outras línguas;
     
  • Utilizar e desenvolver ferramentas de Linguística de Corpus e aplicá-las na análise linguística baseada no uso;
     
  • Perspetivar fenómenos e questões da língua portuguesa no contexto dos avanços recentes em neurobiologia da consciência, filosofia da mente e ciências cognitivas em geral;
     
  • Ancorar a formação nos projetos de investigação existentes, como Convergência e Divergência entre o Português Europeu e o Português Brasileiro, Gramática Cognitiva do Português, Conceptualização Cultural das Emoções, e participar nos principais fóruns e publicações internacionais de Linguística Cognitiva e Funcional.