Licenciatura em Serviço Social

Descrição do Programa

A licenciatura em Serviço Social da FFCS oferece aos alunos um ensino de proximidade (apoio personalizado) com uma forte articulação entre o ensino teórico e prático. Destacam-se práticas pedagógicas e metodologias de ensino inovadoras adequadas aos conteúdos programáticos lecionados (e.g. Aprendizagem-Serviço e Aprendizagem Baseada em Projetos).

Os estudantes têm oportunidade de participar nas mais diversas atividades académicas e de solidariedade social para além das atividades letivas convencionais. O primado do curso é formar profissionais de excelência e contribuir, igualmente, para o Desenvolvimento Integral da Pessoa.  

Realça-se, ainda, as mais diversas experiências de contacto com os contextos da prática. O contacto direto com o terreno é realizado ao longo do curso, começando a ter mais expressão a partir do 2.º ano onde os alunos iniciam o estágio curricular.  
 

Porquê Serviço Social?

É um curso com uma abrangência na sua formação, uma vez que para além do tronco estruturante da área do Serviço Social, tem um leque alargado de contributos das mais variadas áreas das ciências sociais e humanas, entre outras.  

A licenciatura em Serviço Social da FFCS tem o total de 7 semestres (três anos e meio) com o total de 210 ECTS.  

Quais são os objetivos?

  • Formar cientificamente, habilitando para a compreensão das grandes mudanças sociais contemporâneas e seus reflexos na vida das populações (indivíduos, famílias, grupos e comunidades);
     
  • Conhecer, desenvolver e aprofundar a dimensão teórico-metodológica, técnico-operativa e ética do Serviço Social;
     
  • Contribuir para a elaboração e efetivação de políticas sociais renovadas e humanistas;
     
  • Desenvolver atitudes que contribuam para a solução de problemas humanos e sociais e favoreçam a promoção e capacitação das pessoas no respeito pelas suas opções defendendo os direitos humanos e a justiça social.

Competências dos graduados em Serviço Social:


Em linha com o Global Standards for Social Work Education and Training pretende-se que os graduados adquiram as seguintes competências profissionais:

  • Desenvolvimento de práticas de mediação social e comunitária, advocacia social e empowerment;
     
  • Compreensão dos determinantes sociais com impacto na saúde e bem-estar das pessoas (mental, físico, emocional e espiritual);
     
  • Construção e promoção de relações sociais saudáveis, a nível micro, meso e macro (indivíduos, famílias, grupos, programas, organizações, comunidades);
     
  • Promoção de estratégias criativas e exploração de alternativas sociais que fomentam a participação de grupos socialmente vulneráveis em programas de inclusão social;
     
  • Aptidão para o trabalho multidisciplinar, intersectorial e em rede;
     
  • Conceção, implementação e avaliação de projetos de intervenção social;
     
  • Análise crítica, formulação, aplicação e avaliação das políticas e programas sociais;
     
  • Acompanhamento social de indivíduos e famílias, trabalho com grupos e intervenção comunitária;
     
  • Direção e gestão de serviços e instituições sociais;
     
  • Aplicação de valores, princípios e obrigações de conduta ética;
     
  • Capacidade para investigar e explicar os problemas sociais.
     
Saídas Profissionais
 

Os campos de trabalho dos Assistentes Sociais são múltiplos e comportam níveis de intervenção diversificada:

  • Prestação direta de serviços às populações, no acompanhamento social de indivíduos e famílias, grupos e intervenção comunitária;
  • Direção e gestão de serviços e instituições sociais;
  • Consultoria, avaliação, conceção e coordenação de programas e projetos nas áreas de intervenção e políticas sociais; 
  • Investigação Social.

Os profissionais de Serviço Social exercem a sua atividade em contextos organizacionais distintos, como Organismos da Administração Pública e serviços do estado (na maioria dos ministérios com destaque para os do emprego e segurança social, da saúde, da justiça e da educação), Autarquias (câmaras municipais e juntas de freguesia, em particular, nos serviços municipais, em áreas como a educação e a habitação); Empresas Privadas; nas Organizações Sociais não lucrativas, associações, fundações, cooperativas e sindicatos, instituições de solidariedade social, misericórdias, designadamente nas áreas de:

  • Segurança social;
  • Ação social;
  • Intervenção precoce;
  • Saúde;
  • Reabilitação;
  • Justiça e reinserção social;
  • Educação;
  • Habitação e ambiente;
  • Formação profissional e emprego;
  • Desenvolvimento regional, local e comunitário.

 

Personaliza a tua Licenciatura


Disciplinas Optativas
Permitindo ao estudante o reforço da área de especialização do seu interesse, o programa da Licenciatura inclui um conjunto diversificado de unidades curriculares optativas. A partir do ano letivo 2023/2024 entrarão em funcionamento um conjunto de novas unidades curriculares optativas da área científica do Serviço Social, sendo estas: i) Serviço Social Digital; ii) Inovação, criatividade e responsabilidade social e iii) Gestão de equipamentos e respostas sociais.

Como complemento da formação teórica e prática oferecida e de forma a promover a inter e transdisciplinaridade, os alunos podem optar por frequentar disciplinas lecionadas numa outra área de especialização em que tenham interesse, assim como outras disciplinas lecionadas em outros cursos de licenciatura da Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais ou outras faculdades da Universidade Católica Portuguesa ou ainda em universidades estrangeiras que os alunos frequentem durante o período de intercâmbio.