Serviço Comunitário


Contextualizados no projeto e na missão da Universidade Católica Portuguesa, os Cursos de Licenciatura e Mestrado em Psicologia perspetivam o ensino e a investigação como promotores não só da dignificação profissional, mas também humana.
Neste sentido, está previsto que o aluno possa participar num programa de voluntariado, designado de Serviço Comunitário, dando resposta a necessidades reais da comunidade envolvente e contribuindo para o desenvolvimento das suas competências de intervenção social e de natureza relacional, fundamentais no exercício da Psicologia.
O Serviço Comunitário constitui um programa do plano curricular da Licenciatura em Psicologia, e uma oportunidade extensível ao primeiro ano dos Mestrados em Psicologia, que permite ao aluno desenvolver um projeto de voluntariado em diversas instituições da comunidade, e cuja ação se situa numa linha de complementaridade com a atividades dos profissionais, sem os substituir.
A integração neste programa é facultativa e deverá corresponder a uma decisão livre e voluntária do aluno, apoiada em motivações pessoais (e.g., a autonomia individual, a prática de uma cidadania ativa, o apoio ao próximo) e valores como a empatia, a solidariedade, a gratuidade, a responsabilidade e o compromisso.
O Serviço Comunitário poderá ser desenvolvido ao longo do ano letivo ou de forma intensiva (e.g., interrupções letivas, férias), em instituições que abrangem diferentes áreas de intervenção, como sejam: escolas, lares de idosos, lares de acolhimento de crianças, projetos de intervenção comunitária, instituições de saúde, entre outras.
A integração e o acompanhamento do aluno durante a sua prestação são cumpridos em articulação entre a Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais e a instituição acolhedora onde é implementado o projeto.
A prática de diferentes atividade de voluntariado pelo aluno ao longo do seu percurso académico poderá assumir-se não só como uma mais valia enquanto experiência facilitadora do seu desenvolvimento pessoal e social, mas também da sua orientação profissional, uma vez que constitui uma excelente oportunidade de conhecimento e exploração de contextos e realidades que no futuro lhe poderão ser úteis na tomada de decisão sobre a(s) área(s) de especialização ou profissionalização que pretenda enveredar.