Apresentação

diretor FFCS A Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais da UCP do Centro Regional de Braga resulta de um processo de reestruturação entre a Faculdade de Filosofia e a Faculdade de Ciências Sociais, sendo esta última estabelecida no ano 2001. A Faculdade de Filosofia, por sua vez, foi fundada pela Companhia de Jesus em 1947, sendo a primeira instituição de ensino universitário de Braga e a Faculdade mater da Universidade Católica Portuguesa, instituída em 1967.

A educação, não sendo uma tarefa neutra, tem como ponto de partida e princípio programático uma ideia de pessoa. A Companhia de Jesus acredita, há séculos, que a educação é um meio privilegiado para a construção de um mundo mais justo, o qual se torna mais exequível quando as Universidades oferecem um ensino e uma investigação de excelência. A excelência aqui é entendida tendo em conta a formação da pessoa como um todo na dupla vertente de virtus et litterae (virtude e letras, ser e saber, sabedoria e conhecimento, coração e razão). Uma pessoa bem-educada é aquela que serve uma sociedade, não somente em termos de competência profissional, mas também aquela que toma o bem comum como o motor do seu agir.

A Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais tem, por trás de si, uma tradição filosófica e humanista cristã que é marcante na sua identidade. A procura da verdade, a reflexão crítica fundamentada, o diálogo com a cultura e a ciência, o diálogo entre a fé e a razão, a defesa e o desenvolvimento da pessoa humana em todas as suas vertentes, desde a sua conceção até à sua morte, a atenção à Ecologia, são alguns dos pontos marcantes no exercício da sua docência e da sua investigação.

Tal como definido nos Estatutos da UCP, a Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais procura estar muito atenta aos grandes problemas e desafios contemporâneos da humanidade, tentando, através de uma investigação crítica e exigente, no contexto de uma cultura da e para a verdade, e de uma pedagogia personalista, encontrar caminhos, em sinergia com a sociedade civil, o mundo empresarial e a Igreja, que conduzam à construção de uma sociedade cada vez mais justa e inclusiva.

Prof. Doutor José Manuel Martins Lopes, SJ.
Diretor

Discurso da Tomada de Posse